# CYBERBITZ INSIGHT _

E-mail Corporativo: Detecção e Resposta à Incidentes!

email-corp-incidentes

Quando se trata de segurança cibernética, o e-mail corporativo não pode ficar de fora. Os cibercriminosos utilizam o e-mail como arma pelas mesmas razões que as organizações escolheram o e-mail como uma ferramenta chave de comunicação.

Quando se trata de segurança cibernética, o e-mail corporativo não pode ficar de fora. Os cibercriminosos utilizam o e-mail como arma pelas mesmas razões que as organizações escolheram o e-mail como uma ferramenta chave de comunicação.

Ou seja, o e-mail é uma plataforma rápida, barata e simples de usar, com grande potencial de alcançar o público. A propósito, considera-se que mais de 90% dos ataques cibernéticos sejam feitos através de e-mails maliciosos.

Então, se os hackers usam muito os e-mails, você esperaria que as organizações investissem em práticas e estratégias de segurança nos e-mails, certo? Mas não é bem assim, o e-mail ainda não é considerado uma prioridade pela maioria das organizações.

Entretanto, esse cenário está mudando com o crescimento do número de fraudes que utilizam o e-mail como via, como Phishing, SPAM, Ransomware, BEC (Business E-mail Compromise), etc.

E-mail Corporativo: Detecção e Resposta à Incidentes!

O plano de resposta à incidentes e segurança cibernética devem ser considerados como a melhor maneira de reduzir os males de qualquer ataque que possa vir a ocorrer. Ou seja, essa é uma ótima estratégia para reduzir o tempo de resposta e para a normalização das atividades. E, de certa forma, esse plano minimiza o mal à reputação que um grande incidente ou um que não é respondido corretamente pode causar.

Continue a leitura e confira a seguir:

  • Por que investir na segurança dos e-mails?
  • Como o cibercriminoso obtém acesso?
  • O que eles procuram nos e-mails?
  • O que fazer para reduzir esse risco?
  • E-mail corporativo: preparação para resposta à incidentes.

Por Que Investir na Segurança dos E-mails?

Devido à reputação do e-mail como meio de ataque, é importante que organizações e colaboradores tomem atitudes para defender suas contas de e-mail corporativo dos ataques, bem como das tentativas de obter acesso não autorizado a elas.

Ataques cibernéticos contra organizações normalmente visam setores que lidam com informações financeiras ou dados sensíveis, tais como recursos humanos ou contas a pagar. Daí a importância em focar na segurança cibernética.

Além de fazer-se passar por conhecidos ou executivos de empresas, os criminosos tentarão impor um tom de urgência nos e-mails para elevar suas chances de sucesso.

E-mails projetados para roubar informações geralmente pedem aos destinatários que informem seus dados de login, números de CPF, senhas, informações de contas bancárias e até mesmo números de cartão de crédito.

Como o Cibercriminoso Obtém Acesso?

Uma vez que falamos em delimitar os efeitos perigosos de acessos indevidos ao e-mail corporativo, a chave é evitar expor informações confidenciais a olhares curiosos.

Muitas vezes o infrator ataca a rede com malware, ou seja, instalando um software malicioso para acessar os dados de e-mail. Em alguns casos, porém, eles precisam de ajuda externa para burlar a segurança cibernética.

Uma das formas mais simples de invadir um sistema é adivinhando a senha. Os hackers usam uma técnica chamada “força bruta”, que se baseia em tentar diversas senhas comumente utilizadas na esperança de chegar à combinação certa.

Além disso, os hackers também são capazes de usar como pistas os detalhes que os colaboradores compartilham nas mídias sociais, tais como a rua onde vivem, nome do pet de estimação ou outras informações específicas.

Quando os hackers ganham acesso ao sistema, eles podem escanear os contatos de e-mail corporativo e todos os dados da empresa para obter as informações que buscam.

Para manter a segurança dos dados da empresa, todos os colaboradores devem usar uma senha forte contendo uma combinação de números, letras e caracteres especiais, e cada senha deve ser atualizada regularmente.

O que eles Procuram nos E-mails?

Para entender melhor a importância da segurança do e-mail corporativo, você precisa saber quais são os riscos. Quando eles tentam invadir seu sistema de e-mails, os cibercriminosos estão procurando:

  • Informações financeiras;
  • Dados legais;
  • Propriedade intelectual;
  • Dados de recursos humanos.

1. Informações Financeiras

Geralmente isso inclui dados contábeis internos, cartão de crédito da organização e outras informações financeiras confidenciais, ou até mesmo dados financeiros do consumidor.

Se você processa transações com o cartão de crédito dos consumidores, por exemplo, tais números têm a chance de serem vendidos no mercado negro. É por isso que é fundamental utilizar uma boa estratégia de segurança cibernética.

Os criminosos cibernéticos normalmente já sabem que os bancos são proativos em detectar transações suspeitas, e é por isso que eles buscam grandes quantidades de números de cartão para economizar seu tempo.

2. Dados Legais

Muitas empresas possuem suas páginas protegidas por criptografia. Isso porque uma violação de dados confidenciais, seja um caso de erro do cliente ou um ataque malicioso, pode acarretar em multas e taxas caríssimas, bem como afetar a reputação da empresa.

3. Propriedade Intelectual

A propriedade intelectual é um dos ativos mais importantes de uma organização, e um dos que os invasores provavelmente desejariam acessar através do seu e-mail corporativo.

Seus documentos publicados, suas patentes e seus segredos corporativos fazem sua empresa funcionar. Não os deixe cair nas mãos de pessoas má intencionadas.

4. Dados de Recursos Humanos

Toda empresa que armazena dados individuais sensíveis, tais como números de documentos, cartões, é um grande alvo para cibercriminosos que querem roubar ou utilizar as informações em suas fraudes.

Quando se trata de segurança cibernética, toda documentação fiscal que seus novos funcionários têm que preencher, por exemplo, são informações potenciais para pessoas com más intenções.

O que Fazer Para Reduzir Esse Risco?

Embora o e-mail corporativo seja bem mais confiável e seguro do que o e-mail tradicional, é essencial tomar certas precauções para reforçar a defesa da sua caixa de entrada.

Separamos algumas dicas fundamentais para você manter a segurança dos e-mails e alguns critérios essenciais para proteger tanto seu e-mail profissional como pessoal.

Evite Abrir E-mails Suspeitos

Obter sua atenção é o objetivo principal daqueles que geram tais ciberataques, e é a maneira que funciona melhor. Mas, como aumentar a segurança cibernética nesse caso?

E-mails de urgência e alertas, de instituições, bancos ou qualquer outro tipo de empresa que tenha boa reputação, são exemplos de e-mails suspeitos que você deve evitar.

Utilize uma Conexão Segura

Se você estiver utilizando a conexão da empresa, é bem provável que a segurança cibernética dela seja alta. Como há muitos dados confidenciais em uma empresa, é comum que este tipo de conexão seja segura.

Mas se você se conectar em uma rede pública, como a de um restaurante, sua conexão estará desprotegida. Neste caso, você pode utilizar uma VPN (Virtual Private Network), assim suas informações estarão bem protegidas.

Crie uma Senha Forte e Segura e coloque outro fator de autenticação

Senhas mais longas, com várias letras, números e símbolos são componentes relevantes que qualificam uma senha forte e segura. Um conselho para fortalecer um pouco mais sua senha é evitar informações óbvias, tais como sobrenomes, datas de nascimento, entre outras.

Habilitar multifator de autenticação, que pode ser uma verificação por aplicativos de autenticação, SMS, e-mail, entre outros, torna sua conta muito mais segura, pois mesmo que consigam comprometer sua senha de alguma forma, teria que comprometer essa segunda camada de proteção.

E-mail Corporativo: Preparação Para Resposta à Incidentes

O primeiro passo se baseia na preparação interna da organização para assegurar que o plano de resposta à ataques contra o e-mail corporativo possam ser implementados de forma eficiente.

Ele inclui a definição de políticas, ferramentas, métodos e plano de comunicação que irão compor a resposta à incidentes e a segurança cibernética, isso assegura o apoio de setores envolvidos e prioriza o uso do plano.

Quais são as etapas do plano de resposta:

  • Identificação;
  • Preparação;
  • Contenção;
  • Erradicação;
  • Recuperação;
  • Aprendizado.

1. Identificação

Aqui é fundamental que os colaboradores consigam contar com as principais medidas de detecção e contenção de incidentes, tais como plataformas de monitoramento, mensagens de erro de firewall, eventos de log, etc.

2. Preparação

Como há pouca margem de erro em casos de ataque contra o e-mail corporativo, é importante ensaiar práticas de emergência e medir os tempos de resposta.

Desta forma, é possível desenvolver um procedimento que encoraje a rapidez e precisão, diminuindo o efeito da falta de recursos e os prováveis males gerados pelo ataque ao sistema.

3. Contenção

Uma vez reconhecido o incidente, ele deve ser contido e isolado para que os demais sistemas não sejam acessados ou para evitar um possível agravamento. Esta etapa inclui contenção a curto prazo, backup de dados e também uma contenção de longo prazo.

4. Erradicação

Após a barragem da ameaça encontrada no sistema de e-mail corporativo, o próximo passo é remover a ameaça e restaurar o sistema danificado ao seu estado original, antes do ocorrido.

5. Recuperação

Nessa parte de resposta com estratégias de segurança cibernética, o sistema danificado deve retornar ao ambiente de produção depois de testes e validação para confirmar que nenhuma ameaça esteja presente.

6. Aprendizado

Para encerrar o processo, esta fase visa modernizar o plano de resposta com os métodos utilizados para barrar o incidente, contribuindo para a evolução da equipe e melhorando as próximas ações em incidentes futuros.

Conclusão

Fraudes e ataques contra a segurança cibernética são reinventados diariamente, e isso com histórias e disfarces cada vez mais complexos. Estar precavido e atento na web é uma tarefa constante, e mesmo assim os perigos vão existir.

Enfim, proteger e manter a segurança do e-mail corporativo é essencial para evitar problemas maiores. Lembre-se de verificar os e-mails abertos em locais públicos, mantenha seu sistema atualizado e tenha cuidado com documentos relevantes.

Se você precisa de um Plano de Resposta à Incidentes ou de uma Avaliação de Segurança completa, entre em contato conosco para obter tarifas especiais. Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as novidades!

Post Url: email-corporativo-deteccao-e-resposta-a-incidentes

Emergência?

Malware, ransomware ou outras cyber emergências, entre em contato imediatamente.

Brasil ShieldsUp Alertas

Alertas Importantes que requerem atenção imediata e que estão sendo explorados ativamente

Insights

No nosso Insights blog, você pode obter informações valiosas para melhor proteger sua empresa